culinariafuncional, emagrecimento, endocrinologia, enfermagem, medicina, nutrologia, ortomolecular, veterinaria

Evite: Prejudiciais a saúde

 

     Aqui eu coloco todas as postagens do instagram relacionadas ao esclarecimento dos malefícios de alguns produtos alimentícios e outras substâncias prejudiciais a saúde, como pretendo fazer muitas postagens, resolvi listar todas aqui. Os textos são apenas resumos informativos escritos por médicos, nutricionistas e outros profissionais da saúde que estudaram a fundo os assuntos postados, no final de cada texto deixo a fonte da pesquisa.

Postagens

  • Margarina.
  • Refrigerante.
  • Metais pesados.
  • Açúcar

 

MARGARINA

 

     Todos nós sabemos que a indústria alimentícia tem modificado os componentes da margarina com a justificativa de utilizar extratos oleaginosos vegetais, que em teoria seriam melhores do que as gorduras saturadas e os produtos de origem animal. Mas o que ninguém conta é que para atingir o produto alimentício final que conhecemos atualmente, é necessário a utilização de solventes de petróleo, soda, ácido fosfórico, e sabe lá o que mais, ao final deste processo, o que resta é um produto de coloração esquisita e odor muito ruim, então esse produto é submetido a novas reações com mais ácidos, levado a altas temperaturas, e depois ainda sofre mais outra reação com níquel.

     Prontinho, já temos um produto ‘perfeito’ pronto para durar meses e meses nas gôndolas dos supermercados, que não rança, tem textura consistente, que nem mosquito quer sentar, muito menos formiga ou barata quer chegar perto, mas nós comemos, com pãozinho logo pela manhã.

     O produto final deste processo todo é riquíssimo em óleos poliinsaturados, que contribuem para um grande número de doenças, podendo estar relacionado ao desenvolvimento de:

  • Disfunções imunológicas.
  • Danos hepático.
  • Distúrbios digestivos.
  • Aumento no risco de câncer.
  • Aterosclerose.
  • Doenças cardíacas, etc…

Deixe um pote de margarina destampado em cima da mesa e observe se algum inseto se atreve a chegar perto. Agora pense: Você vai dar para a sua família aquilo que nem inseto quer?

Fonte: Doutora Luciana Dorta.

 

REFRIGERANTES

 

     Quando nós, profissionais da saúde, citamos os produtos alimentícios que não possuem nenhum caráter nutritivo e ainda trazem malefícios pelos aditivos químicos nocivos, o charmoso refrigerante fica no topo desta lista, esse merece uma atenção especial frente ao tamanho mau que proporciona.

     Vou comentar aqui um resuminho do que acontece quando você acaba de ingerir uma lata de refrigerante. E não pense que vai escapar bebendo light ou zero, o veneno é ainda maior!

  • Primeiros 10 minutos: 10 colheres de chá de açúcar batem no seu corpo, 100% da sua recomendação máxima diária. Vc não vomita imediatamente pelo doce extremo, porque o ácido fosfórico e o sódio cortam o gosto.
  • 20 minutos: O nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina. O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura.
  • Entre 40 e 50 minutos: O ácido empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, forçando a excreção destes sais minerais. As altas doses de açúcar ou adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina, ou seja, vc está urinando seus ossos, é uma das causas das osteoporose.
  • 60 minutos: As propriedades diuréticas do refrigerante entram em ação. Vc elimina mais líquido do que ingeriu levando a uma desidratação e ficando com mais sede, nesse processo se perde sais minerais importantes e junto outras coisas que farão falta ao seu organismo levando a um desequilíbrio no sangue. Lembra do que acontece quando o pH do sangue fica ácido? Pois é!

Pense nisso antes de beber refrigerantes.
Se não puder evitá-los, modere ao máximo sua ingestão!
Prefira chás naturais e água com PH alcalino.

Fonte: Doutora Anne Marie.

 

METAIS PESADOS

 

     Alguns autores definem os metais pesados como um grupo de elementos situados entre o cobre e o chumbo na tabela periódica: Antimónio, arsénio, cádmio, crómio, cobre chumbo, mercúrio, níquel, selênio, telúrio, tálio ou estanho.

    Nós, e os seres vivos em geral necessitamos de “pequenas quantidades” de alguns desses metais para a realização de funções vitais no corpo, o problema é que, se a quantidade no corpo exceder os níveis essenciais, eles passam a ser tóxicos.

Benefícios em pequenas quantidades

  • Cobalto: Participa da produção das hemácias.
  • Cobre: Compõe diversas enzimas e é essencial para a produção de hemoglobina.
  • Vanádio: Interfere na atividade da insulina.
  • Manganês: Absorção de calcio, regulação da glicose no sangue, para formação ossea e cicatrização de feridas.
  • Zinco: Auxilia no bom funcionamento de alguns hormônios e do sistema imune.

      Ainda tem outros destes metais pesados que não possuem nenhuma função dentro do nosso corpo, mas são muito utilizados pela industria, e quando lançados como resíduos industriais na água, no solo e no ar, esses elementos poder ser absorvidos pelos vegetais e animais das proximidades, provocando graves intoxicações ao longo da cadeia alimentar.

Malefícios em qualquer quantidade

  • Mercúrio: Uma vez absorvido se deposita em várias regiões do corpo como cérebro, rins, aparelho digestivo e reprodutivo, pulmões, fígado e pâncreas, causando graves distúrbios irreversíveis.
  • Chumbo: É o mais perigoso, acomete principalmente os sistemas nervos central e periférico, medula óssea e rins.
  • Cromo: Lesões de pele, bronquite e desenvolvimento de células cancerígenas.
  • Cádmio: Afeta o funcionamento de órgãos vitais como rins, fígado e pulmões.
  • Arsênio: Provoca lesões não cicatrizáveis na epiderme, lesões em diversos órgãos vitais, alguns tipos de câncer e óbito em concentrações elevadas.

LEMBRANDO: Os metais pesados possuem elevados níveis de reatividade e bioacumulaçãoalém de serem capazes de desencadear diversas reações químicas ainda são cumulativos, o nosso corpo não consegue metabolizar (degradá-los), e eles vão se acumulando causando as doenças citadas.  

Fonte: Wikipédia e Infoescola.

 

AÇÚCAR

 

     Observe quantos desses sintomas você apresenta: Se sente cansado, pouco tempo após comer já está com fome novamente, desanimado, indisposto, apresenta episódios de compulsão alimentar, ansioso, sonolento durante o dia, com dificuldade de concentração, episódios de confusão mental, dificuldade de decisão, volatilidade de humor, dificuldade na perda de peso, gordura localizada, quadro de resistência a insulina e hipertensão arterial. Contou quantos destes sintomas estão presentes na sua vida? É, talvez este texto sirva para reavaliar a quantidade de açúcar que você está ingerindo.

     Eu sou super ativista contra o consumo exagerado de açúcar, ele tem sido o vilão e o culpado pelos maiores problemas entre os pacientes, e seu consumo em excesso tem trazido consequências devastadoras.

     A razão por que o açúcar é tão prejudicial ao nosso corpo, até mesmo tóxico, tem tudo a ver com seu efeito sobre a leptina (o “hormônio da saciedade”) e a insulina. A leptina é responsável por trazer saciedade ao organismo, mas quando ela entra em contato com o açúcar imediatamente é NEUTRALIZADA, e a pessoa perde o senso de SACIEDADE, como é o caso das pessoas obesas, além de adquirir resistência a insulina isso faz com que o equilíbrio hormonal fique em desvantagem.

     Infelizmente o açúcar tem o poder de desestabilizar o equilíbrio hormonal, emocional e mental da pessoa. Evitar apenas açúcar em si não é o suficiente, pois ele está presente em quase todos os alimentos que consumimos, principalmente nos carboidratos de alto índice e alta carga glicêmica. Um outro ponto importante para ficar alerta é sobre os carboidratos industrializados, esses, além de conterem muito açúcar disfarçado, ainda possuem uma infinidade de substâncias químicas que são verdadeiros venenos.

  • Fonte: Doutor Luiz Henrique Rigatti.
  • Foto: Site de imagens gratuítas freepik.com – Fotógrafo: sergiign

 

Obrigada pela visita 😀

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s