emagrecimento, endocrinologia, enfermagem, nutrologia

Qualidade do sono

 

     Todos nós sabemos que uma boa noite de sono auxiliar bem no metabolismo e equilibrio geral do funcionamento do nosso corpo, mas será que para isso é necessário usar medicamentos? Como funciona o sono? Como ter um sono restaurador? Para para ter as respostas precisamos etender um pouco sobre a fisologia normal do corpo humano para então entender como interferir nas causas dos problemas. 

Aqui será abordado:

  • Ciclo circardiano.
  • Melatonina.

CICLO CIRCARDIANO

 

     O ciclo circadiano refere-se às 24 horas do dia, onde se baseia o ciclo biológico dos seres vivos influenciado principalmente pela variação de luz, temperatura e ingestão alimentar, tudo entre o dia e a noite.

     O relógio central localizado no hipotálamo é quem regula os ritmos circadianos, os genes relógio localizam-se em neurônios do SNC e em órgãos periféricos, controlando o processamento de alimentos e a homeostase energética, regulando a expressão e a atividade das enzimas envolvidas no metabolismo do colesterol, aminoácidos, lipídios, glicogênio e glicose. Além disso, muitos hormônios envolvidos no metabolismo, como insulina, glucagon, adiponectina, corticosterona, leptina e grelina, exibem oscilação circadiana. Dessa forma, a interrupção dos ritmos circadianos está envolvida diretamente no desequilíbrio hormonal, desenvolvimento da resistência à insulina, síndrome metabólica, obesidade, processos inflamatórios e doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e câncer.

     Durante a noite, através da síntese de melatonina, são estimulados fatores de transcrição e genes relacionados com a produção de enzimas antioxidantes e proteínas anti-inflamatórias referentes à proteção do DNA, portanto, a modulação do ciclo circadiano é de suma importância para a promoção da saúde e redução de doenças.

     O ambiente urbano mudou drasticamente nas últimas décadas, o que também impactou nossos padrões alimentares e de sono e, possivelmente, os resultados de saúde. Estudos mostram que a duração e a qualidade do sono diminuíram nas últimas décadas, o nosso estilo de vida e padrões alimentares também mudaram, incluindo mais turnos de trabalho e padrões alimentares irregulares, como pular o café da manhã e comer tarde da noite. Assim sendo, a ingestão de alimentos, a prática de exercício físico e a exposição solar durante o dia, bem como a exclusão do consumo alimentar e de luzes artificiais de celulares e computadores próximo ao momento de deitar são as maneiras mais eficientes na regulação do ritmo circadiano, sobretudo, a prática da higiene do sono é imprescindível para a indução de um sono reparador e um dia produtivo.

Fonte: @DietSmart

 

MELATONINA

 

     A melatonina é conhecida como a responsável por sentirmos sono, ela é um hormônio produzido pela glândula pineal no cérebro, carrega no seu potencial muitas outras funções fisiológicas que a básica que conhecemos, que é a da melhora da qualidade do sono. Ela é um agente antioxidante, que através da sua atuação previne o aparecimento de diversas doenças.

     O nosso corpo está constantemente sofrendo danos oxidativos, que estão relacionados ao envelhecimento e uma enorme gama de doenças humanas, as mitocôndrias das nossas células são em grande parte responsáveis pela produção de radicais livres e elas também são os principais alvos do ataque destas moléculas tóxicas. Entre as várias ações da Melatonina já comprovadas, se destacam:

  • Imunomodulatória: Agindo sobre linfócitos, citocinas, entre outros.
  • Antiinflamatória: Inibindo prostaglandinas regulando a COX-2.
  • Antitumoral: Inibindo mitoses e suprimindo a recaptação do ácido linoléico, regulando assim receptores de estrogênio.
  • Antioxidante: Regulando pró-oxidantes envolvidos na síntese do óxido nítrico e lipoxigenases.

Fonte: Texto baseado no Instagram: Doutor Jefferson Barreiro.

 

DICAS PARA DORMIR MELHOR

 

     Sono reparador de qualidade é o primeiro elemento necessário para a manutenção de uma boa saúde, porem, no mundo moderno anda bem desafiador conseguir garantir noites bem dormidas. 
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Dicas práticas para que você durma melhor:

  • CRIE UM AMBIENTE SILENCIOSO: Desligue a televisão e os aparelhos de som pelo menos uma hora antes de se deitar. Se morar em local com muito barulho vindo da rua, invista em tampões de ouvido. A audição é um sentido que não desliga nunca, portanto o estímulo sonoro pode comprometer o sono.
  • PRIORIZE A ESCURIDÃO: Nosso corpo reconhece quando é dia ou noite através de células fotossensíveis que detectam a luz e enviam sinais alertando o corpo para despertar ou descansar. Para que seu corpo “entenda” que é hora de desligar, remova todas as luzes do ambiente ao máximo.
  • JANTE MAIS CEDO E PRIORIZE ALIMENTOS LEVES: jantares pesados e frequentes irão demandar um esforço de digestão extra que pode prejudicar o sono.

Fonte: Doutor Italo Rachid

Foto: freepik.com – Fotógrafa: yanalya.

 

Obrigada pela visita 😀

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s