enfermagem

História do ozônio

     A história do ozônio é bem longa, e para apresentar de uma forma mais didática, vou pontuar apenas algumas datas com um pequeno resumo seguindo a linha do tempo.


LINHA DO TEMPO


1840: O gás ozônio foi descoberto pelo pesquisador Christian Friedrich Schoenbein enquanto trabalhava com alta eletricidade na presença de oxigênio.

1857: O físico Werner Von Siemens desenvolveu o primeiro gerador de ozônio, aparelho que forma o gás ozônio por meio de descargas elétricas.

1896: Nikola Tesla patenteou o primeiro gerador de ozônio, em 1900 fundou a empresa “Tesla Ozone Co” e ele foi o primeiro a desenvolver o óleo ozonizado.

1906: Na França, foi realizado um experimento com vegetais aplicando água ozonizada. Desde então o ozônio tem sido utilizado para o tratamento de água potável na Europa.

1914 – 1918: A ozonioterapia medicinal foi aplicada pela primeira vez durante a 1ª guerra mundial, médicos alemães e ingleses utilizaram o ozônio para tratamento de gangrenas em soldados, obtendo grande sucesso, sendo que já era usada na Alemanha, inicialmente para combater a ação de bactérias e germes na pele humana.

1935: O importante cirurgião austríaco Erwin Payr, apresentou uma publicação de 290 páginas intitulada “O tratamento com ozônio na cirurgia”. Este foi o início da ozonioterapia que conhecemos hoje.

1950: O sistema do aparelho criado por Siemens, foi adaptado por Hansler, de modo que passou a dosar melhor a quantidade da concentração do ozônio.

1960: O mundo começou a conhecer a ozonioterapia com as suas propriedades anti-inflamatórias, antissépticas e circulatórias.

1961: Hans H. Wolff introduziu em sua prática médica a auto-hemoterapia ozonizada.

Década de 70: Surgiram na Rússia as primeiras publicações com êxito sobre aplicação do ozônio em pacientes queimados.

1975: No Brasil, o médico Heinz Konrad iniciou a prática da ozonioterapia em sua clínica em São Paulo.

1979: Hans H. Wolff que dedicou sua vida para pesquisar o ozônio, publicou seu livro “O Ozônio Medicinal”, no qual apresenta sua pesquisa e prática médica do uso do ozônio.

Anos 90: No Brasil, Edson de Cezar Philippi introduziu a prática em Santa Catarina, e difundiu a ozonioterapia em inúmeros cursos e congressos.


Obrigada pela visita 😀


Referencias consultadas

  1. Livro: BOCCI, Velio. Ozone. A new medical drug. Siena, Italy. Springer.
  2. Cursos IBCOZ: Instituto brasileiro de ciências aplicadas ao ozônio.
  3. Site ABOZ: Associação Brasileira de Ozonioterapia.
  4. Imagem: Site de imagens gratuitas freepik.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s