culinariafuncional, emagrecimento, endocrinologia, nutrologia

Postagens: Dietas

 

     Eu sou contra essa moda de dietas para emagrecer, na minha humilde opinião profissional as pessoas precisam focar na saúde seguindo uma alimentação saudável, pois quando se está saudável um corpo bonito e magro será a consequência. Mas como ouvimos o tempo todo em todas as mídias sociais sobre as várias dietas da moda, vou escrever um resuminho sobre cada uma, não para fazer, apenas para esclarecer. 

 

DIETA DOS PONTOS

 

     Nesta dieta se utiliza uma tabela de alimentos com uma equivalência em pontos, cada ponto corresponde a cerca de 3,6 calorias, e de acordo com o perfil da pessoa há um valor total de pontos a ser consumido por dia.

Vantagem

  1. Praticidade e comodidade, já que é possível comer de tudo, desde que não ultrapasse o limite de pontos do dia.
  2. Continuidade: Se pode comer o que quiser, facilita a continuidade por um período maior.

Desvantagem 

  1. Explodir a pontuação: Se usar toda a pontuação do dia em uma única refeição, ficará com fome o resto do dia ou irá ultrapassar a pontuação máxima, saindo do objetivo da dieta que é eliminar peso com limitação calórica.
  2. Desbalanceamento nutricional: A pessoa consegue perder peso pela redução do consumo de calorias, porém, a má qualidade alimentar prevalece.

 

DIETA DO TIPO SANGUÍNEO

 

     Esta dieta relaciona a ingestão ou a exclusão de alguns alimentos com o tipo de sangue de cada pessoa. Há relatos sobre uma diferença nas funções digestivas de acordo com as estruturas imunológicas que se possui, levando a crer que alguns alimentos podem causar aumento ou redução de peso, má digestão e intolerâncias alimentares.

Vantagem

     Pode ser considerada uma boa dieta quando fica claro que o tipo sanguíneo está de fato relacionado a rejeição de alguns alimentos, comprovando com acompanhamento clínico, exames e sintomas dos quais o paciente se queixa.

Desvantagem

     A desvantagem está em acreditar que o organismo de pessoas com o mesmo tipo de sangue e residentes em diferentes partes do mundo, reajam do mesmo modo aos alimentos preconizados como recomendados e não recomendados. 

 

DIETA DA PROTEÍNA

 

     É uma dieta restritiva em carboidratos, com alto consumo de gordura e proteína animal, a pessoa pode consumir ovos e carnes à vontade, mas a restrição é bem severa, com a exclusão de todos os tipos de amidos (pães, doces, biscoitos, raizes, etc.), todos os tipos de cereais: (arroz, aveia, milho, etc.),  e todos os tipos de massas claro.

Vantagem 

     Na fase inicial reduz o consumo de carboidratos a 20 gramas por dia, que resulta na cetose, que pode ser resumida como a eliminação de cetonas pelo organismo, vindas da gordura estocada pelo corpo, acarretando um rápido emagrecimento.

Desvantagem

  1. Precisa estudar bem sobre o assunto.
  2. Na primeira semana pode ocorrer sintomas como náuseas e dor de cabeça pela abstinência do carboidrato. É necessário ter acompanhamento de um profissional que entenda da dieta para oritentar sobre os sintomas e como resolver sem sair da dieta.
  3. A longo prazo, se a pessoas não souber priorizar gorduras boas e consumir gorduras ruins, pode elevar a taxa de colesterol sanguíneo devido as más escolhas, aumentando assim o risco de doenças cardíacas.
  4. Não é recomendada para pessoas com problemas renais nem mulheres grávidas.

 

REEDUCAÇÃO ALIMENTAR

 

É praticamente impossível se manter saudável e magro se não entrar em uma reeducação alimentar. Não dá para acreditar que qualquer restrição alimentar funcione a longo prazo sem entender como funciona os alimentos e sem saber como fazer escolhas inteligentes.

     Independente de ter realizado ou não dietas ou regimes, o importante é que a consciência alimentar mude, assim, a disposição por buscar uma alimentação melhor leva a hábitos mais adequados, que não se resume a calorias e quantidade, e sim em qualidade, envolvendo tudo que está desordenado na rotina, os excessos e as ausências.

     Um pergunta clássica para exemplificar é a típica pergunta se pão engorda. Responda essa pergunta com outra pergunta, quanto de pão você come por dia, brincar com questionamentos desse tipo direciona para respostas reveladoras. Esse é o ponto de partida para iniciar as mudanças e colher seus frutos.

Eu sempre digo: Para mudar são necessários 3 passos:

  • Querer mudar.
  • Acreditar que pode mudar.
  • Seguir os passos necessários para a mudança.

 

Obrigada pela visita 😀

EM CONSTRUÇÃO: CONTINUAÇÃO EM BREVE

 

Fonte da pesquisa: Livro – Forma light : Nutricionista funcional Ana Claudia Montezino.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s